Como ajudar seu cônjuge a ganhar mais dinheiro

Para muitos, o dinheiro parece ser o foco do trabalho. Porém, a verdade é que ele é a consequência de diversas atitudes que acontecem especialmente em casa. O ambiente familiar é um forte influenciador em todas as áreas da vida, até mesmo na área profissional. O problema é que as pessoas pensam que somente os filhos são influenciados com o ambiente, se esquecem de que o cônjuge também é.

“Depois que meu casamento ficou assim, minhas vendas caíram muito!” (A fala de um paciente durante a terapia)

Durante os atendimentos clínicos, pessoas que estão enfrentando problemas no relacionamento frequentemente relatam estresse aumentado e falta de atenção no trabalho. Outras pessoas podem gastar mais ou se tornar mais distraídas com o cuidado financeiro. Tudo isso resulta em dificuldades nesta área.

Muitos dizem que problemas financeiros afetam o casamento, mas também é preciso falar que problemas no casamento afetam as finanças. Considerando isso, veja quais atitudes você pode tomar para ajudar seu cônjuge a prosperar.

Seja realista

O primeiro passo é compreender como está realmente a vida financeira do casal. Se os problemas existem, é importante olhar para eles  e aceitá-los. Vê-os como obstáculos que o casal precisará enfrentar e vencer. Os problemas podem afastar o casal, mas também podem unir se  perceberem que podem se apoiar um no outro. 

Comece a cuidar dos gastos e estudar sobre finanças domésticas. Com certeza, o seu empenho será visto pelo seu parceiro, isso irá refletir no relacionamento e motivá-lo a prosseguir tentando melhorar de vida. Mesmo que as suas funções profissionais sejam diferentes, o cuidado do dinheiro pode ser compartilhado, por isso faça a sua parte tentando sempre aprender mais.

Motivação começa com as suas atitudes

Além de estudar e tentar lutar ao lado dele(a), é preciso também transmitir confiança, respeito e motivação. A confiança é em relação às habilidades e capacidade da outra pessoa. Porém, muitos  acreditam que falar “eu confio em ti” é transmitir confiança, mas não é quando essa afirmação acontece pela mesma pessoa que chama o outro de burro, lerdo ou incompetente, por exemplo. 

A confiança é expressada no cotidiano, quando simplesmente escolhemos apostar nessa pessoa e sem atacar seus erros. Quando confiamos que alguém é capaz, temos confiança de que essa pessoa também poderá usar os erros a seu favor, para ter aprendizados e evoluir. Quando for necessário apontar falhas, faça isso com respeito e confiança, jamais com julgamentos. O julgamento impede o outro de ser autêntico e de arriscar, isso vai bloquear a sua capacidade de criação para ganhar mais dinheiro.

O respeito nada mais é do que respeitar os limites do outro, os limites é o que faz ele sentir que é dono de si mesmo. É essa autoconfiança que precederá a motivação para continuar e persistir. Respeitar o outro é aceitar que ele(a) tenha seus momentos de pausa, de silêncio e, mais importante, o seu processo de crescimento. Jamais o(a) compare a outra pessoa, até mesmo a si mesmo. 

Motive-o de forma realista e honesta. Motivar não é usar frases de motivação que estão na internet ou em livros, é apontar as qualidades da outra pessoa e mostrar o quanto ela é capaz de alcançar. Motivar também é mostrar o quanto essa pessoa é valiosa para você, como a presença e os esforços dela são necessários e fazem a diferença na sua vida.

Construa um ambiente leve

Ninguém consegue ganhar muito dinheiro em um ambiente estressante e rotineiro, por isso você poderá ajudar melhorando esse cenário. Deixe a casa sempre arrumada e limpa, se for possível, permita que entre muita luz natural. Além disso, programe momentos de descontração em família e também incentive que ele(a) tenha momentos assim apenas com os amigos. Esses momentos de descontração e leveza são essenciais para estimular o foco e a criatividade. 

Além disso, programe atividades que promovam novas experiências. Não importa muito qual é a natureza delas, desde que faça-os ver novas perspectivas do mundo e da vida. Mesmo que pareça não ter relação alguma com o trabalho dele(a), a sua visão vai ser trainada a ficar mais ampla. Fazer viagens e conhecer novas culturas é uma ótima forma de fazer isso. Até mesmo esportes diferentes podem estimular novas  formas de lidar com a ansiedade e o estresse.

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.