3 segredos para conquistar satisfação profissional

Pessoas de várias idades ainda sofrem por não conseguir construir uma vida profissional satisfatória. Elas podem entender que essa realidade é consequência da sua incapacidade ou, até mesmo, pensam que nasceram para serem pobres ou infelizes.

Com esses pensamentos, ficam desmotivadas para dar continuidade a qualquer plano. Pois, na primeira falha entendem que não irão conseguir obter sucesso ou que já estão fadadas ao fracasso. Assim, desistem com facilidade de qualquer projeto iniciado. 

Os maiores erros

Nossa sociedade ainda vive na cultura de que o trabalho é uma obrigação desagradável e cansativa. Além disso, entender que trabalhar tem só um objetivo, que é ganhar dinheiro. Então, medem o sucesso pela quantidade de dinheiro conquistada. É lógico que precisamos de dinheiro, evidente que trabalhamos também com esse objetivo. Porém, precisamos entender que o dinheiro não deve ser o ponto central, ele é uma consequência, não o propósito.

Outro erro comum é se comparar com pessoas que conquistaram esse sucesso profissional. Quando olhamos somente para o presente e para os ganhos dessa pessoa, vemos o trabalho de uma forma totalmente idealizada. Pensamos que a pessoa descobriu um segredo, como o pote de ouro no fim do arco-íris, que resolveu os problemas dela. Isso só irá aumentar a sua insegurança.

É preciso sim olhar para essas pessoas, mas o foco da análise deve ser outro. Devemos buscar pela história dessas pessoas, entender as lutas e aprendizados que elas precisaram ter para chegar até aqui. Um sucesso é seguido de diversos fracassos, porque existe um processo para merecê-lo. Então, comece a pesquisar por pessoas que você admira e conheça a história delas. É essa luta que deve te inspirar.

Os 3 segredos 

1. Encontre um propósito

Se o dinheiro não deve ser seu propósito financeiro, outra coisa precisa ocupar esse lugar. Ninguém se sente feliz realizando um trabalho sem propósito. O propósito deve estar ligado ao teu propósito de vida,  é algo que você acredita que pode agregar ao mundo e às pessoas. Comediantes, por exemplo, entendem que seu propósito é levar alegria para as pessoas que tiveram um dia estressante ou estão passando por momentos difíceis na vida. Em toda profissão pode ser encontrado um propósito. 

Quando damos ao sentido às nossas atividades, raramente ficamos desmotivados. Porque, levantar de manhã cedo para trabalhar e realizar esse propósito é uma alegria. Você vai conseguir entender o que é importante na vida de outras pessoas. Assim, encontrará algo que seja mais forte do que seu comodismo ou seus medos. 

2. Seja fiel aos teus valores

Mas, o mais importante para sua satisfação profissional, é que esse propósito tenha a ver com algo que você valoriza muito. Eu, Victória Buske, dou muito valor ao domínio próprio e à liberdade. Por isso, meu trabalho é tornar meus pacientes livres de dores, vícios e medos, para que possam ter domínio próprio e conquistar a vida que desejam ter. Como psicóloga, eu poderia ter diversos outros propósitos, mas escolhi aqueles que fazem sentido na minha vida. É isso que torna meu trabalho tão meu.

3. Nunca perca o alvo de vista

Entenda que esse é seu caminho profissional, sua jornada, teu processo. Todo caminho leva a algum lugar, se você não sabe para onde ir, vai se perder. O que eu vejo, são diversas pessoas que, por medo, abandonaram seu destino para ter segurança. Desistiram dos dois pássaros voando e ficaram com aquele que estava na mão. Só que esse pássaro que estava na mão, não é o pássaro que queriam verdadeiramente.

Onde quer que você esteja, encontre uma forma de se voltar ao seu sonho. Nem que seja um pouquinho. Se você quer ser empresário, mas trabalha de CLT, use isso a seu favor. Converse com o chefe para saber como ele cresceu, guarde dinheiro para investir, quando acabar as 8 horas de trabalho vá para a casa e trabalhe no seu sonho, estude… Você não precisa desistir só porque não está no caminho ideal.

Lembre-se que você pode escolher o destino, não o caminho. Você pode escolher o destino, mas não as pedras que vai encontrar, você não escolhe se o dia será ensolarado ou chuvoso, apenas escolhe se vai aproveitá-lo ou não.

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.