Por que uma pessoa se torna vitimista?

Se você já conviveu com uma pessoa vitimista, sabe como esse comportamento pode ser intenso e destrutivo para a vida dela e das pessoas que a rodeiam. A pessoa vitimista sobrecarrega quem está ao seu redor, boicota os próprios sonhos e prejudica seus relacionamentos. Mas por que alguém se torna assim? Será que estão ganhando alguma coisa com isso? Será que se dão conta do que fazem? Continue lendo para entender.

O vitimismo não é um comportamento superficial, ele se trata de um padrão de pensamento que se entranha em todas as áreas da vida e em toda circunstância. Esse padrão gera uma forte autossabotagem, onde a pessoa vitimista se sente limitada e incapaz, com exceção do último exemplo abaixo.

Mentalidade vitimista familiar e social

O vitimismo pode ser o padrão de uma família ou de um grupo social. Isso é muito comum em regiões subdesenvolvidas, onde se espera um auxílio externo para resolver problemas internos. Quem cresceu ouvindo do pai que não tem um salário maior porque o chefe é egoísta e paga pouco, por exemplo, aprende que o seu ganho depende da boa vontade de outra pessoa, não do próprio esforço. Assim, no futuro, deixará de se esforçar para ser promovido porque não vai acreditar realmente que o seu caminho profissional depende dele próprio.

Essa mentalidade permeia diversas regiões, desde núcleos familiares até grandes instituições de ensino e a mídia. Muitas pessoas vivem no vitimismo sem que percebam, afinal quando todos ao seu redor agem da mesma forma isso se torna normal. Pessoas que vêm de ambientes familiares e regiões diferentes conseguem perceber melhor esse comportamento. 

Resultado de algum trauma

Alguns traumas podem provocar um comportamento vitimista quando coloca a pessoa em um posição de inferioridade. Uma doença que a incapacitou por algum período pode influenciar uma pessoa a pensar que sempre precisará da ajuda de um terceiro; um relacionamento abusivo poderá fazer uma pessoa se sentir inferior e esse comportamento será reproduzido em outras situações; uma família muito crítica pode influenciar a uma pessoa a nunca se sentir boa e capacitada o suficiente… Tudo que causa uma forte sensação de inferioridade, humilhação ou incapacidade tem potencial para construir e manter um comportamento vitimista.

Transtornos mentais

Alguns transtornos de humor ou personalidade têm como característica esse comportamento vitimista. Quando esse é o motivo do comportamento, o vitimismo tende a ser muito intenso, de uma forma que causa prejuízos evidentes na vida da pessoa, junto com outros sintomas. 

Vitimista manipulador

Esse é o caso que tratamos especialmente neste link. Aqui, o vitimista não está necessariamente se boicotando, mas age assim porque está ganhando algo em troca. Pode ser atenção, controle, dinheiro e até benécias políticas. Algumas pessoas que fazem isso agem no piloto automático, outras são mais sagazes e entendem o quanto são manipuladoras.

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.