Os piores erros de quem tenta superar o ex

Términos sempre são dolorosos e superar o ex pode ser um desafio. Por vezes, o coração quer andar na contramão das nossas escolhas racionais. Felizmente, isso passará.

Porém, algumas pessoas sentem pressa para vencer isso e querem dar uma ajudinha ao coração. Na ansiedade de seguir em frente, tomam algumas atitudes que podem ser bem prejudiciais, veja quais:

Como você não vai superar o ex

Falar mal do ex:

Algumas pessoas fazem isso para desabafar, tentar compreender o relação passada ou, até mesmo, se conformar com o término como quem diz “ele(a) não era tão bom assim”.

Existem vários problemas nisso, entre eles,  a imagem da outra pessoa fica afetada e a sua também. Afinal, você pode parecer imaturo ou “com dor de cotovelo”.

Quanto mais você falar, mais vai pensar na outra pessoa, possivelmente construindo sentimentos de raiva. Essa não é uma forma saudável de pensar sobre o assunto.

Em algum momento, vai precisar falar e compreender. Porém, deve estar bom consigo mesmo antes fazer isso. Assim, vai evitar enganar a si mesmo ou causar alguma consequência injusta para a outra pessoa.

Negação em aceitar os motivos do outro:

Alguns términos parecem ser bem injustos. Por isso, é difícil aceitar como tudo aconteceu. Saiba que você não precisa entender os motivos da outra pessoa, mesmo que isso tenha te envolvido.

É preciso ter maturidade para entender que cada pessoa faz o que acha ser melhor para si. Ainda que a escolha seja errada, as consequências se encarregarão de mostrar a verdade.

Arrumar logo outra relação:

Esse é um erro típico. Algumas pessoas acreditam que só poderão esquecer um amor com outro. Na verdade sim, mas é com amor próprio.

Quem arruma logo outra relação, leva todas as feridas da relação antiga junto. Pois, não deu tempo de amadurecer naqueles pontos. Então, muitos machucados ficam abertos e doem ainda mais, prejudicando o novo parceiro.

Tentar parecer melhor do que realmente está:

Quando você tenta parecer bem, negligencia os reais sentimentos. Esses sentimentos ficam acumulados e podem se tornar como espinhos. Assuma seus sentimentos e entenda que você não precisa mostrá-los a outra pessoa até que esteja pronto.

Não mostrar algo que te machuca, não significa fingir, mas se resguardar. É proteger seu coração e seus limites emocionais. Fique um tempo mais introvertido se é isso que sente, não há nada de errado.

Competir para ver quem está mais feliz:

Competir para ver quem está mais feliz pode fazer a pessoa tomar atitudes que a prejudiquem. Até mesmo se colocar em situações desagradáveis, para construir uma imagem de satisfação.

Você não pode medir o que a outra pessoa sente, nem mesmo deveria fazer isso se pudesse. Então, foque no sentimento real que há em ti e trabalhe para ser feliz.

Olhar as redes sociais e colher informações:

Ficar olhando redes sociais é uma forma de não desapegar da outra pessoa. É uma forma de mantê-la por perto e de sentir que está no controle, de alguma forma.

Algumas pessoas tentar coletar informações do ex com as pessoas que convivem com ele(a) de alguma forma. Assim, ficam tentando entrar em assuntos que o levem até o objetivo.

Tentativas exageradas de se manter ocupado:

Quando ficamos solteiros, muitas horas ficam vazias: os finais de semana e os momentos que vocês ficavam juntos ou conversando. Além disso, as coisas que você falava para aquela pessoa precisarão ficar silenciadas.

Esse vazio ou tempo ocioso podem ser aproveitados de forma saudável, para a pessoa se encontrar novamente e entender a situação. Quando existem uma ansiedade para preenche-lo, o tempo passa sem ser realmente vivido.

Author:
Teóloga e estudante de psicologia. Com experiência em dependência química, transtornos alimentares e relacionamentos conjugais e familiares.

Contact Us

Remarcações podem ocorrer até 3 hora(s) antes sem custo adicional