fbpx

Não quero me divorciar, o que eu faço?

O divórcio é uma situação desafiadora e emocionalmente desgastante, especialmente quando um dos parceiros deseja se divorciar , mas o outro não está de acordo. Lidar com essa discordância pode ser extremamente difícil e requer uma abordagem sensível para lidar com as emoções e encontrar uma solução adequada para ambas as partes envolvidas. Veja algumas estratégias e considerações importantes para enfrentar essa situação delicada.

 

Autoavaliação e reflexão sobre a situação

Enquanto enfrenta a possibilidade de um divórcio indesejado, é importante fazer uma autoavaliação honesta. Pergunte-se o que está acontecendo no casamento que fez seu parceiro perder as esperanças e se existem questões ou problemas pessoais que possam estar influenciando a decisão.

Leve em consideração todas as reclamações dele, tratando-as como importantes. Pense sobre o que parece justo dar a ele e mudar. Também leve em consideração os seus limites e quais coisas você entende que não deve mudar.  Se for preciso, coloque tudo no papel para ficar mais claro o que está acontecendo.

Explore opções de mediação e negociação

Se você não concorda em se divorciar de seu parceiro, pode ser útil explorar opções alternativas, como mediação e negociação. Em vez de tomar uma posição inflexível, tente encontrar soluções intermediárias que levem em consideração as necessidades e desejos de ambos. A negociação pode ajudar a criar um espaço para o diálogo e permitir que vocês encontrem um terreno comum.

Busque aconselhamento profissional

Considerar a ajuda de um profissional qualificado, como um terapeuta ou conselheiro matrimonial, pode ser extremamente benéfico em situações de conflito conjugal. Um terapeuta pode ajudar a mediar as conversas, fornecer orientação imparcial e ajudar ambos os parceiros a expressar suas necessidades e preocupações de maneira construtiva. O aconselhamento profissional também pode fornecer insights valiosos sobre os problemas subjacentes do relacionamento.

Busque suporte emocional

Procure apoio de amigos, familiares ou grupos de apoio para ajudar a lidar com seus sentimentos. Compartilhar suas preocupações e angústias com pessoas de confiança pode fornecer uma perspectiva diferente e ajudar a aliviar o fardo emocional. Se você deixar toda a angústia acumulando em seu relacionamento, criará um ambiente hostil e isso vai dificultar a conversa entre vocês.

Leia também Como contar aos filhos que estão se divorciando

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.