5 hábitos que destroem relacionamentos

Relacionamentos não são destruídos com o tempo, como muitos falam. O que os destroem são atitudes! Por isso, preste atenção na leitura e veja se você está cometendo algum destes erros.

1. Rotular e acusar

Quando rotulamos alguém, fazemos do rótulo a identidade daquela pessoa. Por causa disso, começamos a tratá-la com base nesta visão. Tudo que a pessoa faz, parece confirmar o rótulo. 

Quando o parceiro muda, essas mudanças não são percebidas ou valorizadas. Por isso, sempre parece que o casal está remando para direções diferentes e o barco não sai do lugar.

O rótulo nos faz esperar sempre o pior do outro. Então, a armadura está sempre vestida, o muro está sempre de pé. Nenhuma entrega é verdadeira, nenhuma conversa é profunda de verdade. 

2. Individualismo por falta de confiança

Com o tempo, o casal vai se decepcionando e pode acreditar que não pode mais contar com o apoio do outro. Isso faz com que se distanciem quando as dificuldades aparecem. 

Além disso, podem duvidar das intenções do parceiro. Desta forma, acredita que sempre está procurando por outra vantagem além do bem do relacionamento. 

3. Competitividade nos relacionamentos

Alguns casais se tornam inimigos dentro da mesma casa. Passam dias competindo um com o outro sem nem mesmo se dar conta. Assim, o relacionamento passa a ser baseado em quem tem mais razão.

Um quer estar certo, o outro quer estar melhor. Estão sempre tentando provar que podem algo. Por isso, não conseguem mais se apoiar e podem até torcer para o outro se dar mal.

4. Comparar com outra pessoa

Esse erro é típico! Comparar o cônjuge com amigos, colegas, pais e até mesmo pessoas que aparecem na TV. Poucas coisas destroem mais a autoestima de alguém do que isso. 

Se você tem pensamentos como “se ele fosse como o fulano…” ou “se ela não fosse assim…” pode estar cometendo esse erro sem perceber. Pois, isso te faz parar de olhar as necessidades dele, focando somente naquilo que te frustra.

5. Achar que tudo é óbvio

Algumas coisas que são óbvias para você não serão para a outra pessoa, simplesmente porque ela não está dentro da tua cabeça. É por isso que o óbvio precisa ser dito. 

Se você costuma pensar “ele deveria saber isso” ou “eu não tenho que falar isso!” poder estar cometendo esse erro. A falta de comunicação o intensifica ainda mais e constrói um ciclo vicioso nos relacionamentos.

Por isso, mesmo que pareça óbvio, você não deve esperar que a outra pessoa saiba o que você quer ou precisa. Falar sempre é necessário.

Author:
Teóloga e Psicóloga. Com experiência em dependência química, transtornos alimentares e relacionamentos conjugais e familiares.