Quando os ciúmes passam dos limites

Pode ser difícil determinar os limites dos ciúmes, especialmente pela pessoa que o sente. Porém, esse é um esforço necessário, pois o ciúme em exagero constrói relacionamentos abusivos.

É natural sentir insegurança em alguns momentos, especialmente quando algo parece ameaçar a relação. Alguns casais até encaram isso como uma prova de amor. Entretanto, nem todas as pessoas se sentem enciumadas e os ciúmes não significam mais ou menos amor.

O que é normal?

O ciúme que não causa prejuízo é proporcional a situação que o causou. Além disso, ele não causa descontrole emocional, a menos que a situação seja muito grave, como o flagra de uma traição.

Uma pessoa que têm autocontrole consegue guardar para si o sentimentos e o expõe em um momento oportuno, de forma apropriada. Isso demonstra que os ciúmes não a controla.

Primeiros indícios dos ciúmes em exagero
  1. Necessidade de saber tudo sobre o passado da outra pessoa, especialmente sobre ex(s), com quantas pessoas já saiu e as experiências amorosas e sexuais.
  2. Necessidade de sempre saber onde e com quem o companheiro está.
  3. Precisa das senhas de todas as redes sociais para se sentir seguro. Em alguns casos, mesmo com as senhas continua acompanhando toda as conversas, pode até pensar que muitas são apagadas.
  4. Mente para ver a reação do companheiro, é o típico “plantar verde para colher maduro”.
  5. Insiste para o companheiro apagar todas as pessoas que julga trazer risco para a relação de suas redes sociais, especialmente bloquear ex-namorados.
  6. Exige ficar o máximo de tempo possível junto. Assim, pode se ofender quando o companheiro decide sair sozinho com amigos ou, até mesmo, com a família.

Resumidamente, os primeiros sinais dos ciúmes exagerados aparecem como tentativas de controle e apego. Pois, o ciumento só consegue se sentir tranquilo tendo a outra pessoa sob sua vigilância.

Em casos mais graves…

Algumas pessoas sofrem do que chamamos de “Ciúme Obsessivo”, Este, se caracteriza por pensamento obsessivos de que a outra pessoas está sendo infiel.

Neste caso, a pessoa perde um tempo significativo tentando juntar pistas e pensando nas possibilidades de traição. Isso gera angústia, impulsividade e torna a relação claramente abusiva.

O companheiro sente que o amor é um imposição, se vê pressionado, sufocado e dominado. Mas acima de tudo, sente medo da agressividade do outro.

O que fazer?

Se você perceber que seus ciúmes causam sofrimentos a você e seu companheiro, a psicoterapia é necessária para aprender a controlar esses impulsos, confiar e construir um relacionamento saudável. Por isso, não hesite em buscar ajuda.

Se você for a vitima de uma relação abusiva por causa dos ciúmes, também pode buscar uma psicoterapia para aprender a lidar com isso, especialmente reconhecendo e determinando seus limites. Outra opção também é buscar aconselhamento.

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.