Como ganhar respeito no relacionamento

Você sente que seu relacionamento carece de respeito mútuo? Se o casal está vivendo um momento de distanciamento emocional, raiva, discussões constantes ou silêncio é momento de rever algumas posturas e comportamentos. Para te ajudar, separei algumas dicas de como melhorar esse cenário, mas não se esqueça que não existe uma dica milagrosa.

O respeito é difícil de ser conquistado e fácil de ser perdido. Apenas seja perseverante no seu propósito, sempre buscando aprender mais como lidar com o outro e se esforce para ser uma esposa ou um marido melhor. 

O primeiro passo é…

Respeitar! Eu sei que você já sabe disso, mas muita gente sabe e ignora, é por isso que continuo afirmando. Você deve agir de acordo com o relacionamento que deseja viver, ainda que seu relacionamento não seja perfeito. Por isso, dê o respeito que você quer, porque somente desta forma o respeito começará a existir no relacionamento.

É com essa atitude que damos raízes aos bons hábitos. A raiz cresce para baixo, você não vê o crescimento dela. Da mesma forma, quem escolhe sair de uma conduta defensiva e respeitar, não verá o outro o respeito da mesma forma a curto prazo. Porque, a raiz precisa ficar firme até que os brotos apareçam e você veja o resultado daquilo que estava cultivando. 

Respeite, viva o relacionamento no nível em que você deseja. Com o tempo, só restará ao outro te acompanhar ou ficará para trás. Quanto mais você tem posturas desrespeitosas, mais está aceitando um relacionamento assim, não só aceitando mas vivendo e perpetuando esse tratamento.

Estabelecer limites e consequências

Só faz sentido respeitar uma lei quando ganhamos algo por cumpri-la ou perdemos algo por infringi-la. No relacionamento os limites funcionam desta forma. Aqui, não é para você se tornar um cônjuge punitivo, mas aprender a entender e comunicar as consequências das ações.

As consequências não se tratam das consequências emocionais como ficar magoado, por exemplo. Mas de consequências objetivas que irão afetar a dinâmica do casal. Por exemplo: “Se você gritar comigo eu vou me retirar” ou “Se você continuar gastando muito, vamos ter que cortar o cartão de crédito”. 

Quando a consequência da quebra de limites não está clara, é comum que o limite seja testado cada vez mais, até que o casamento fique totalmente abalado. Por isso, é muito importante a comunicação, o casal precisa planejar quais são esses limites para viverem de acordo com eles. 

Palavra de valor

Não adianta colocar limites, falar de consequências e não fazer nada quando eles são quebrados. A sua palavra ganha valor quando você cumpre aquilo que diz. Por isso, fale de consequências e limites realistas, que você realmente irá cumprir. Porque, cada vez que você promete algo e não cumpre, perde o respeito e a credibilidade.

Respeitar alguém que está sempre voltando atrás é algo muito raro, porque já não existe confiança nem admiração. Desta forma, o outro entende que tem mais liberdade do que realmente deveria ter para manter o relacionamento em um padrão saudável. Então, faça o que você disse que ia fazer e só diga aquilo que você realmente irá fazer.

Autovalorização

Ok, isso você também já sabe, mas será que se respeita verdadeiramente? O quanto você acredita ou introjeta dos xingamentos que ouve? Algumas vezes ouvimos mentiras sobre nós mesmos, sabemos que é mentira, mas de tanto ouvir passamos a acreditar. Se em seu relacionamento não há mais respeito, provavelmente isso está acontecendo. 

Você recebe isso e também o faz, ainda que não perceba. Passe mais tempo a sós consigo mesmo(a), volte a se conectar com quem você é além do relacionamento. Ouça música, faça atividade física, leia livros, veja filmes, passeie, pense, faça terapia…  Volte-se para si um pouco mais. 

Além disso, comece a mudar a forma como trata o outro. Se você tem o hábito de rotular como “burro, relaxado, grosso…” é momento de se policiar para parar ou, pelo menos, diminuir esse comportamento. Lembre-se de agir de acordo com o relacionamento que você quer ter! Comece a elogiar as coisas boas que você percebe nele(a), isso vai quebrar alguns rótulos e também aproximar o casal.

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.