4 sinais que seu casamento está acabando

Você acha que seu casamento está acabando? É preciso entender que algumas vezes, a intensidade do problema são causadas pelas emoções, não pelo problema em si. O que parece ser o fim, pode ser um sinal de alerta mostrando que algumas coisas precisam mudar. 

O casamento nunca acaba por um problema só, geralmente são pequenos problemas acumulados, que geraram mágoas e raiva. Os problemas não resolvidos são como uma bola de neve, cada vez maior. Por isso, veja o que está interferindo no seu relacionamento e como você pode lidar com cada situação.

1. Frieza 

Isso acontece quando não existe mais troca emocional entre o casal. Nesta situação, eles não se abraçam, não se beijam, não dão as mãos e não conseguem mais conversar e rir juntos. A carência está muito presente, e algumas pessoas são tentadas a trair, não pela procura de sexo, mas de carinho. 

Quando existe frieza, um nunca sabe o que esperar do outro. Pois, ele se fecha e se afasta tanto que é quase impossível alcançá-lo. É preciso entender que muitas pessoas fazem isso como mecanismo de defesa. Essa pessoa já foi tão magoada que escolheu não deixar mais nada entrar em seu coração. 

Talvez você não consiga perceber o que causou isso, mas se o problema é esse, provavelmente essa pessoa já lhe disse diversas vezes o que a magoava e você não entendia, não achava tão importante ou escolheu ignorar para manter sua postura de estar certo(a). Para quebrar essa barreira é preciso se lembrar das discussões e das coisas que ele(a) lhe pedia. Tenha uma postura diferente em relação a ela e diga que você percebeu e pretende melhorar nesa área em especial.

2. Tolerância zero!

Nesta fase, o casal sente muita raiva um do outro, já se cansaram de falar e sempre estão esperando o outro com hostilidade. Qualquer problema, por menor que seja, é respondido com gritos ou desprezo. O desagrado constante os impede de valorizar os pontos fortes do relacionamento. 

Em casos assim, eles se sentem aliviados quando se afastam. Além disso, só têm diversão ou se sentem à vontade para serem eles mesmos quando estão com outras pessoas. Isso também se torna um problema quando se tornam alvos de acusações e desconfiança.

A melhor forma de lidar com isso é seguir o fluxo inverso. Quando sentir vontade de gritar e ser ríspido(a) faça o oposto, seja educado(a) e respeitoso(a). Dessa forma, o outro vai baixar a guarda e, aos poucos, mudando a sua forma de falar e agir. Outra estratégia é se aproximar dele sem fazer ou falar nada, você pode simplesmente assistir TV ao lado ou ler um livro. Assim, ele vai compreender que a tua presença é confortável e não uma ameaça.

 3. Sem desejo sexual

É natural que o desejo sexual mude ao longo do relacionamento, ele vai oscilar. Porém, sentir desejo sexual apenas por outras pessoas é um sinal de alerta bem forte, especialmente se esse desejo está ligado a pessoas próximas. 

Nestes casos, o outro também procura ver pessoas atraentes, ele(a) sente necessidade de procurar por isso. Assim, qualquer pessoa parece ser mais atraente do que seu companheiro.  Isso é uma ilusão, que aponta para a falta de intimidade e admiração. Para resolver isso, é preciso haver autocuidado, voltar a alguns bons hábitos do passado podem fazer o parceiro te olhar de uma forma diferente e retomar a admiração.

4. Desejo de ficar solteiro(a)

A pessoa que sente isso, imagina que sua vida seria muito melhor se simplesmente eliminasse o outro. A sensação de que o casamento está acabando acontece quando a presença do outro é como uma nuvem negra acima de sua cabeça, muda o clima e torna tudo mais estressante. Assim, a pessoa deseja ficar solteira não para sair com outras, mas para ter paz.

Essa situação evidencia uma falta de espaço a sós, além de outras coisas, Para resolver pode ser bom ter dias a sós, passeando, refletindo e saindo com amigos ou com a família. Momentos de autocuidado diários como atividades físicas podem colaborar para que esse desejo diminua. Além disso, uma viagem e passeios em casal, afastados da pressão cotidiana pode ser bom para revigorar a intimidade.

O casamento está acabando, e agora?

Você está uma estrada e percebe que o destino dela não é aquele que você sonhou quando disse sim no altar. Felizmente, você pode fazer o retorno, corrigir os erros e continuar de uma maneira melhor.  Quanto mais tempo esses problemas perdurarem, mais difícil é de corrigir. Por isso, não perca tempo!

Se você já tentou todas as dicas e ainda não teve resultados, fazer terapia vai te dar uma orientação mais focada no seu relacionamento e abrir seus olhos para pontos que ainda não percebeu. Se esse artigo fez sentido para você e você ainda tem esperança em seu relacionamento, Veja como a terapia pode te ajudar.

 

Author:
Formada em Psicologia e Teologia, ajuda casais e famílias desde 2016 com Técnicas comprovadas cientificamente.