Como escolher o psicólogo certo para você

Escolher bem o psicólogo é muito importante, já que você vai precisar confiar muito nessa pessoa para abrir o seu coração e conseguir expressar tudo que precisa. Além do mais, um psicólogo terá uma grande influência no seu modo de pensar sobre a vida e sobre si mesmo.

Quando entendemos que fazer uma psicoterapia é útil e quando começamos a procurar, logo vem a indagação: Mas como escolho o psicólogo(a) certo pra mim? Veja a seguir alguns pontos que você deve prestar atenção ao escolher em qual psicólogo ir.

Como iniciar a procura?

A primeira coisa que as pessoas costumam fazer é buscar a indicação de alguém. Isso é importante para você conhecer o perfil desse psicólogo e ver se ele se encaixa no que você espera. Quando um amigo fala sobre o psicólogo, pode contar um pouco sobre a personalidade dele e como se sentiu durante o tratamento.

Tente descobrir se o psicólogo tem alguma experiência ou conhecimento no que você precisa. Por exemplo, se teu problema está relacionado ao casamento, tente encontrar um psicólogo que demonstre experiência nessa área. Pesquise suas redes sociais e trabalhos acadêmicos e também podes ligar para ele e perguntar.

Quando você pesquisa sobre um psicólogo na web pode encontrar quais assuntos mais o interessam e também ver como ele se expressa. Com isso, podes perceber se a linguagem que esse profissional usa é confortável para você. O modo como ele fala e se expressa é bem importante para que vocês consigam se comunicar sem dificuldades.

Também pode ser importante para alguns pacientes escolher o sexo do psicólogo, principalmente quando querem tratar de assuntos com foco sexual. O sexo e a idade do psicólogo pode colaborar para que o paciente se sinta mais confortável em relatar suas angustias e desejos.

Dicas adicionais

Se você tiver possibilidade, tente entender qual tipo de abordagem/teoria da psicologia o profissional utiliza como fundamento do seu trabalho. Como a Teoria Cognitiva-Comportamental, Junguiana ou Humanismo ou Logoterapia por exemplo. Podes pesquisar online e também perguntar isso a ele, pedindo que lhe explique como funciona. Pesquisando um pouco sobre cada uma, você pode escolher com qual se identifica mais e ser mais assertivo na busca.

Algumas pessoas podem pensar que a psicoterapia “não é para elas” porque não tiveram uma boa experiência com no primeiro tratamento que escolheram. A afinidade e o vínculo não acontece com todas pessoas, por isso pode ser necessário tentar um profissional diferente. O psicólogo não é como um médico, por exemplo, que apenas dá algumas prescrições. É necessário ter confiança não apenas na qualidade do tratamento, mas também na pessoa que faz.

Author:
Teóloga e estudante de psicologia. Com experiência em dependência química, transtornos alimentares e relacionamentos conjugais e familiares.

Contact Us

Remarcações podem ocorrer até 3 hora(s) antes sem custo adicional